David Arioch – Jornalismo Cultural

Jornalismo Cultural

Quando Rimbaud se tornou traficante de armas

with one comment

Rimbaud: "Deixei o meu emprego em Áden [no Iêmen], após uma violenta discussão com aqueles camponeses patéticos" (Foto: Reprodução)

Rimbaud: “Deixei o meu emprego em Áden [no Iêmen] após uma violenta discussão com aqueles camponeses patéticos” (Foto: Reprodução)

No dia 22 de outubro de 1885, o poeta Arthur Rimbaud assume que se tornaria um traficante de armas na Etiópia, começando assim a última etapa do que ele definia como uma vida curta e infame.

Aos 21 anos, em carta escrita a sua mãe, Rimbaud explica que abandonou a parceria poética com Paul Verlaine para se tornar tutor, mendigo, estivador, operário, soldado e ladrão. Quatro anos depois, vira comerciante de café, o que não lhe rende tanto lucro quanto traficar armas. Em correspondência, sempre dizia a sua mãe que o objetivo era tornar-se rico.

No trecho de outra carta, Arthur Rimbaud relata: “Deixei o meu emprego em Áden [no Iêmen] após uma violenta discussão com aqueles camponeses patéticos que queriam me entorpecer para o bem. Eles fizeram tudo que podiam para me segurar lá, mas os mandei ao inferno com sua cidade imunda e suas ofertas de negócios. Não quero trabalhar em escritório. Há uma distância de milhares de rifles entre mim e a Europa. Vou montar uma caravana e transportar armas para o rei Menelik II da Etiópia.”

Referências

http://www.todayinliterature.com/

Nicholl, Charles. Somebody Else: Arthur Rimbaud in Africa – 1880-91. University Of Chicago Press (1999).

Contribuição

Este é um blog independente, caso queira contribuir com o meu trabalho, você pode fazer uma doação clicando no botão doar:





Written by David Arioch

October 22nd, 2015 at 1:49 pm

One Response to 'Quando Rimbaud se tornou traficante de armas'

Subscribe to comments with RSS or TrackBack to 'Quando Rimbaud se tornou traficante de armas'.

  1. Duras escolhas, duros caminhos. Cada escolha gera, no tempo e no espaço, suas consequências e implicações. Sábio é quem escolhe se harmonizar com o Universo. Os que lutam contra ele, terão a inflexível experiência de lutar contra a própria vida…

    antoniopneto

    15 Dec 15 at 10:22 pm

Leave a Reply

%d bloggers like this: