David Arioch – Jornalismo Cultural

Jornalismo Cultural

Usando fezes de grilo para envelhecer uma escritura

without comments

Aspecto do papel envelhecido por longo período com fezes de grilo (Foto: Reprodução)

Aspecto do papel envelhecido por longo período com fezes de grilo (Foto: Reprodução)

Nas décadas de 1930, 1940 e 1950, como a garantia de autenticidade de uma escritura levava em conta o envelhecimento do papel, uma tática muito comum de quem vinha para o Noroeste do Paraná invadir terras consistia em passar fezes de grilo sobre o documento forjado. Assim o papel rapidamente amarelecia e logo era considerado como verdadeiro, já que não havia recursos nem tempo para se avaliar com mais esmero a sua veracidade. Alguns velhacos também depositavam o documento dentro de uma gaveta ou caixa com grilos – o que não apenas amarelecia o papel como ajudava a dar um aspecto de deterioração natural. A prática justifica a origem dos termos “grileiro” e “grilagem de terras”.

Contribuição

Este é um blog independente, caso queira contribuir com o meu trabalho, você pode fazer uma doação clicando no botão doar:





Written by David Arioch

February 5th, 2016 at 10:34 pm

Leave a Reply

%d bloggers like this: