David Arioch – Jornalismo Cultural

Jornalismo Cultural

Leandro Karnal: “Os vegetarianos são insuportáveis”

with 44 comments

“Eles ficam querendo pregar que a vaca tem direito e a cenoura não”

01

Karnal compara os direitos dos animais com os direitos das cenouras (Foto: Reprodução)

Está disponível no YouTube uma palestra do professor Leandro Karnal intitulada “Os Novos e os Velhos Pecados”. Em um determinado momento, o historiador diz que “Os vegetarianos são insuportáveis. Eles ficam querendo pregar que a vaca tem direito e a cenoura não.” Quando você compara um animal com uma cenoura, você está querendo dizer que um animal sofre tanto quanto uma cenoura, ou seja, há uma banalização do sofrimento e da violência. Agora imagine o que isso pode representar na cabeça de um jovem que já não gosta muito de animais.

Bom, achei uma pena vê-lo fazendo esse tipo de comentário satírico e sem embasamento, ainda mais levando em conta que ele costuma viajar pelo país ministrando palestras sobre moral e ética. Pelo jeito, ele precisa estudar sobre direito animalista, que também versa sobre moral e ética. Karnal costuma citar filósofos gregos em suas palestras, e parece-me que ele não sabe que era comum entre eles uma alimentação isenta de carne, e por uma questão moral – o que contrapõe sua observação mais do que irônica.

Em seus artigos e palestras, também há inúmeras citações a Arthur Schopenhauer. Creio que se ele conhecesse profundamente o trabalho do filósofo alemão jamais teria ignorado o fato de que Schopenhauer escreveu que animais não são artigos fabricados para o nosso uso, de acordo com informações da página 375 do livro “Parerga and Paralipomena: Short Philosophical Essays – Volume 2 .

Animais não são meros meios para quaisquer fins. Ao pensarmos que sim, somos coniventes com a violência contra outras espécies e incentivamos a exploração animal em todas as esferas, sendo permissivos inclusive com formas inimagináveis de privação e crueldade. E esse tipo de conduta em detrimento de outros seres vivos leva a um questionamento a respeito da nossa própria moralidade que não contempla ninguém além de nós mesmos.

Schopenhauer via isso como um tipo frequente de moralidade de conveniência. Sendo assim, pode-se dizer que a moralidade conveniente ao homem não é moralidade, já que a moralidade genuína depende de você não observar somente a si mesmo e as conveniências que envolvem apenas aqueles que são de sua própria espécie.

“É uma vergonha essa moralidade digna de párias […], chandalas, mlechchas e que não reconhece a essência eterna que existe em cada coisa viva, e brilha com significado inescrutável em todos os olhos que veem o sol”, escreveu Arthur Schopenhauer na página 173 do livro “O Fundamento da Moral”, publicado em 1840.

Seria mais honesto o historiador Leandro Karnal dizer: “Dane-se os animais e os vegetarianos”, que parece ser o que ele pensa, mas não fazer piadas sobre pessoas simplesmente por serem vegetarianas. É curioso reconhecer que já vi ele falando de moralidade e citando Tolstói. Provavelmente ele não sabe que o autor de “Guerra e Paz” e “O Primeiro Passo” era vegetariano.

A segunda obra que citei, publicada pela primeira vez em russo em 1883, fala justamente da nova concepção moral que Tolstói alcançou com o vegetarianismo. Então observo com certo pesar quando alguém discorre sobre moralidade e faz chacota do vegetarianismo, já que a moralidade vegetariana preza pelo bem-estar animal. Ou seja, tenta expandir a compreensão ética e moral para além daquela que abarca somente seres humanos.

Não é a primeira vez que vejo o Karnal cometendo esse tipo de deslize. Uma vez, quando assisti uma de suas palestras, ele confundiu esteroides anabolizantes com vitamina ADE, e usou a imagem de um rapaz para abordar o tema. Ou seja, é importante termos o cuidado de não abordarmos assuntos sobre os quais não temos conhecimento. Também é ético não expor pessoas à situação vexatória, mesmo que por meio de imagens.

Resposta de Leandro Karnal em que ele confunde veganismo com especismo (Imagem: Reprodução)

Resposta de Leandro Karnal em que ele confunde veganismo com especismo (Imagem: Reprodução)

O problema na atualidade é que há pensadores falando sobre assuntos que desconhecem. Seria muito mais interessante e proveitoso para todos se eles se preocupassem basicamente em transmitir informações sobre aquilo que estudaram e sobre o qual desenvolveram um raciocínio valorosamente crítico.

Algumas pessoas me disseram que o Karnal não disse nada de mais ao fazer piada sobre vegetarianos e os direitos animais, já que ele defende, mesmo que sem argumentos, o ponto de vista dele. Bom, se ele tivesse um programa de stand-up, eu não me importaria com o que ele falou. A diferença é que ele é um formador de opinião que viaja pelo país discutindo sobre moral e ética. Ademais, direitos dos animais tem tudo a ver com moral e ética. Logo se ele vai falar alguma coisa sobre isso, é importante sim estudar sobre o assunto.

Além de desconsiderar meu texto e não apresentar argumentos, Karnal continuou debochando de todos que o questionaram sobre o vídeo em que ele satiriza vegetarianos e os direitos animais. Pelo jeito, o historiador não sabe que vegetarianos e veganos, que se recusam a se alimentar de animais por uma questão moral, naturalmente defendem inclusive o direito à vida dos insetos. Parece que houve uma confusão com um entendimento particularista de especismo. Uma pena, mas cada um conhece a sua própria consciência. 

“Se o problema é dor, bastaria dar sonífero para as vacas e matá-las ao som de Mozart, certo? Seria uma carne sem dor.” Muita sensibilidade vinda de alguém que discorre sobre filosofia. Ainda bem que na contemporaneidade tivemos e temos filósofos como Agostinho da Silva, Sônia T. Felipe, Peter Singer e Tom Regan, só para citar alguns, que foram e vão na contramão disso. Outro fato inesperado é que Leandro Karnal deletou os comentários de veganos e vegetarianos o questionando sobre o assunto.

Passagem em que Leandro Karnal ironiza vegetarianos e os direitos dos animais:

Contribuição

Este é um blog independente, caso queira contribuir com o meu trabalho, você pode fazer uma doação clicando no botão doar:





44 Responses to 'Leandro Karnal: “Os vegetarianos são insuportáveis”'

Subscribe to comments with RSS or TrackBack to 'Leandro Karnal: “Os vegetarianos são insuportáveis”'.

  1. Esse print de postagem é de qual data?

    Anabelle

    22 Nov 16 at 2:34 pm

  2. Anabelle, é de ontem mesmo – 21/11/2016.

    David Arioch

    22 Nov 16 at 4:44 pm

  3. Já que prefere: fodam-se os vegetarianos e os animais. Pronto 🙂

    Rafael

    22 Nov 16 at 3:32 pm

  4. Sem problema, Rafael. É um direito seu pensar assim hehe.

    David Arioch

    22 Nov 16 at 4:44 pm

  5. Já que prefere… – FODAM-SE OS ZUMBIS!!!!!

    Selene Alma de Gato

    22 Nov 16 at 11:36 pm

  6. Sua opinião vale só para você… Sê ruela! 😉

    Hernan Cares

    23 Nov 16 at 3:57 am

  7. Se você diz, muito obrigado. E se realmente pensa assim, por que se incomodou em vir aqui comentar? Que baita paradoxo hehe. Pode ficar tranquilo que eu não deleto comentários, nem mesmo os ofensivos e ausentes de argumentos. 🙂

    David Arioch

    23 Nov 16 at 10:50 am

  8. Como sempre a mídia adora eleger certos IMBECIS, que num pais de ignorantes ,são momentaneamente endeusados,como no caso deste cidadão ,travestido de filósofo não consegue esconder o “fake” que verdadeiramente é. Insuportável é vc.,Karnal .E de fato vc e uma CENOURA são a mesma coisa !

    marcelo

    22 Nov 16 at 3:48 pm

  9. Marcelo, a cenoura é riquíssima em nutrientes e benéfica para quem a consome, não dá pra comparar essa maravilhosa hortaliça com um zumbi falastrão, a cenoura eu como como com muito prazer, já o zumbizão… eca!!

    Selene Alma de Gato

    22 Nov 16 at 11:35 pm

  10. Um comentário muito infeliz e sem fundamento algum, vindo de uma pessoa como Leandro Karnal, me assusta, me lembra aqueles comentários de pessoas super ignorantes no Facebook. Comparar cenoura com um ser vivo e falar que nao lutamos contra as dores dos insetos?? Pelo visto ele não sabe que usamos produtos naturais para repelir e não matar. Fico extremamente chateado de ouvir e ler isto de uma pessoa estudada e que é formadora de opiniões. Parabéns pelo seu texto.

    Roniel

    22 Nov 16 at 4:04 pm

  11. Roniel, muito obrigado!

    David Arioch

    22 Nov 16 at 4:45 pm

  12. Acho desnecessário essa resposta, mas também respeito o direito de contestar, porque Leandro Karnal apesar de não ser vegano, ele reconhece a falta de argumentos que existe ao se debater com vegano, e logo de cara, em tom de ironia, acaba concordando com os veganos,mesmo sem concordar é claro, ou seja no fundo sabe que os argumentos veganos são incontestáveis, só falta a sinceridade pra admitir….

    Marcio Aurélio de Sousa Stock

    22 Nov 16 at 4:25 pm

  13. Boa tarde, Marcio. Entendo seu ponto. Minha intenção foi fazer uma crítica respeitosa sobre essa questão, tanto que não entrei em outras áreas porque não tenho nenhuma intenção em desqualificar o trabalho do professor Leandro Karnal, mas tão somente mostrar que ele foi equivocado e até contraditório em seus comentários.

    David Arioch

    22 Nov 16 at 4:46 pm

  14. Parabéns pela iniciativa de estabelecer um contraponto ao comentário leviana do incensado professor Karnal (talvez uma fixação provocada por seu sobrenome ? Dr. Freud, explique-nos, por favor) Lamentavelmente, muitas vezes o sucesso sobe à cabeça de celebridades, que começam a falar sobre qualquer assunto sem um mínimo conhecimento. Triste, tratando-se de um historiador que se dispõe a ensinar Ética… Assim, o professor-doutor erudito põe-se no mesmo nível de mediocridade que diz combater.

    Alex R Fontes

    22 Nov 16 at 5:18 pm

  15. Alex, muito obrigado!

    David Arioch

    22 Nov 16 at 5:26 pm

  16. Realmente uma pena que um formador de opinião seja tão desinformado, e, principalmente, que não assuma sua falta de informação. Ridícula essa atitude de deletar os posts dos veganos, só ele tem o direito de falar? Não sabe debater? Ou não sabe reconhecer seus erros? Seja qual for o motivo, com essa declaração, ele simplesmente acabou com todo o crédito que eu dava a ele. De um pensador, se tornou um babaca.

    Mariana Santos

    22 Nov 16 at 7:10 pm

  17. Eu acho que toda pessoa que emite muita opinião acaba dando uma destas. É o tal ditado, quem fala demais dá bom dia a cavalo. E acho que não se pode esperar demais de ser humano nenhum. Eu entendi o ponto de vista dele e até concordo em base,mas, o que a mim parece desagradável é o ar de deboche, isso em si parece irritar mais porque as pessoas sabem que nem sempre podem ter seu ponto de vista aceito,mas esperam ser respeitado. Ele fala da hipocrisia do especismo, e sinceramente eu desconheço o argumento vegetarianos sobre isso pra dizer quem tem razão. Mas o que sei é que muitos animais morrem , seja você comendo eles, ou seja pelo impacto ambiental que as plantações causam, por exemplo. Porque sinceramente eu não sei como funciona você deixar de comer a vaca, e depois a plantação dos seus grãos tira espaço de muitas espécies, muitas outras são mortas e caçadas pra preservar a plantação…e ai? Como controlam isso? Eu acho que o ser humano só não mata de forma direta ou indireta algum animal quando ele não existe na Terra.

    Ana Paula Soares

    22 Nov 16 at 7:14 pm

  18. Ana Paula, exatamente. Se ele tivesse apontado falhas em relação ao vegetarianismo e ao veganismo, mas de forma respeitosa, seria algo a se considerar, mas dessa forma é triste e desapontador.

    David Arioch

    22 Nov 16 at 7:59 pm

  19. Sou vegetariano, achei lamentável o comentário do Leandro e olha que já comprei um de seus livros (ironia do destino). Sei que não é bem o caso dessa matéria, mas o que não aceito também, são as pessoas que se dizem defensores de animais, que lutam por uma causa, invadem fazendas, etc. e no final do dia irem para uma churrascaria. Isso sim também é hipocrisia!

    José Marcos

    22 Nov 16 at 7:46 pm

  20. José Marcos, realmente, temos que ser coerentes.

    David Arioch

    22 Nov 16 at 7:58 pm

  21. Excelente resposta aos tristes comentários feitos pelo “grande” filósofo. Obrigado, David!

    Marco

    22 Nov 16 at 7:55 pm

  22. Marco, muito obrigado pela força!

    David Arioch

    22 Nov 16 at 7:57 pm

  23. Já fui onívora, fui vegana e hoje sou vegetariana estrita há mais de 20 anos. O problema de tudo isso é a falta de respeito para com o próximo. Vivemos em pleno século XXI e infelizmente ainda há sim os tais mimimi. Não como carne por alguns motivos: pelo animal ser sacrificado por mim, pelo ecossistema e pela manutenção de minha saúde … pois é nisso que acredito. Não concordo com a matança… e todo sofrimento gerado. Mas…. estou mudando o meu mundo, infelizmente não posso mudar o de todos. Então respeitem. Cada qual com sua opinião, decisão e vida. Menos ódio, mais amor! Por todos.

    Lorena

    22 Nov 16 at 8:29 pm

  24. Já ouvi este senhor, Leandro Carnal , f alar de outros assuntos no rádio. Achei uma fala pobre, óbvia e sem nenhum brilhantismo. O assunto era sobre o final de ano, natal, estas coisas, e mesmo assim não me convenceu. Quem dirá falando sobre animais. Precisa um pouco mais que um título para entender de certos assuntos. Será que ele já leu ” A era da empatia”?

    Claudia

    22 Nov 16 at 8:44 pm

  25. Não posso negar que fiquei decepcionada com o que disse porque me atinge diretamente, se ele falou isso dos vegetarianos, o que será que ela pensa dos veganos, que é o meu caso?
    Eu admiro muito ele, mas como posso continuar admirando sabendo que ele é contra a minha filosofia de vida?
    Claro que isso não não muda minha admiração por tantas outros suas palestras, mas ficou chato isso para mim 🙁

    Anapaula Paz

    22 Nov 16 at 9:26 pm

  26. Oi, Olhem na page dele no Facebook, ele dá 1 explicação, acho que vale a pena a galera ler.

    Anapaula Paz

    22 Nov 16 at 9:29 pm

  27. Ele reocnheceu o erro dele. Outros não fazem isso.

    Renaro

    23 Nov 16 at 4:51 am

  28. Renato, tomara que sim! 🙂

    David Arioch

    23 Nov 16 at 10:49 am

  29. Muito obrigado por sua defesa articulada e lúcida dos direitos dos não humanos!

  30. Jo, muito obrigado mesmo! 🙂

    David Arioch

    23 Nov 16 at 10:48 am

  31. Parabéns pelo texto, acho lamentável a colocação do Karnal, infeliz,infundada, sem reflexão e sem ética, pois quando não se domina um assunto, eticamente fica se calado. Mais uma vez parabéns David, é vida que segue. Próximo domingo para quem é de SP, bora Av. Paulista, dizer não à vaquejada.

    Marta

    23 Nov 16 at 12:44 pm

  32. Marta, muito obrigado pela força! 🙂

    David Arioch

    23 Nov 16 at 12:47 pm

  33. Esse filosofo fabricado de cilicone bem que poderia ser mais inteligente e serhumano. Sera que ele realmente acha que nao e chato ? Ou se acha pouco chato ? Ele e chato demais. Viva os vegetarianos ! Estao milenios luz desses factoides

    nur

    23 Nov 16 at 3:41 pm

  34. Leandro Karnal… De intelectual à imbecil em poucos segundos…

    Ricardo

    23 Nov 16 at 11:25 pm

  35. Na verdade Leandro parece um Vegano a falar. Ele demonstra que não faz sentido termos a postura de AMARMOS UNS E COMERMOS OUTROS. Não é o que nós Veganos também dizemos?
    É genial (caricato) pois ele está dizendo o mesmo que um Vegano responde quando alguém lhe pergunta porque é que já não come carne. Um vegano pensou sobre isso antes de se tornar Vegano:
    “_ Lutam por cachorros mas não pelos ratos.”
    “_ Os insectos sentem dor, porque não se luta contra a dedetização?”
    “_ Os répteis sentem dor e nunca reclamámos quando Butantã escraviza cobras.”
    Eu acho que está tudo certo no que ele aqui diz. Faltou foi alguém dizer-lhe que ele errou no alvo e que ele está nos fazendo um favor, mostrando a fronteira entre quem apenas diz que gosta de animais e quem é Vegano. Ele pensou que estava satirizando contra Vegetarianos Veganos e na verdade estava satirizando contra quem incoerentemente AMA UNS ANIMAIS E COME OUTROS.
    Alguém alerte Leandro Karnal que foi tão ridículo o quanto um Jogador atacante correr em direcção à baliza, rematar, meter golo, gritar alegremente GOLO!!! E só no fim repara que meteu golo na própria baliza. Obrigado Leandro por demonstrares o porque é que eu sou Vegano e amo TODOS OS ANIMAIS.
    David, Leandro Karnal não precisa de estudar mais. Isto é uma questão de qualidade de raciocínio. Ele só precisa desenvolver o cérebro e pensar melhor.

  36. Pedro, muito obrigado pela contribuição!

    David Arioch

    29 Nov 16 at 12:10 am

  37. Muito pertinente sua colocação!

    Vanessa

    15 Jan 17 at 4:54 pm

  38. Muito obrigado, Vanessa! 🙂

    David Arioch

    15 Jan 17 at 5:41 pm

  39. Ele não conhece uma coisa chama empatia e antropologia. Os tempos mudam e as coisas também. Hoje a sociedade tem uma visão meio que de choque e de algo decadente quando vê animais em circos, vaquejadas, touradas, etc. (afinal estamos no século XXI). Além disso, se pegarmos o cão, por exemplo, é perfeitamente possível que ele tenha convivido com o homem nas cavernas e tenha sido com o tempo “treinado” e se amansado com resto de alimentos e moradia uma caverna tanto para o homem como para o lobo e passamos por isso até chegarmos hoje em que talvez seja o lobo -> cão seja animal mais presente na casa dos brasileiros e do mundo (porque será né?). A própria China vendo o Urso Panda quase em extinção e símbolo daquele país começou uma luta para que houvesse sua preservação e procriação em cativeiro mesmo que seja em zoológicos. Outra coisa, para os cristãos um animal pode ser visto como um ser indefeso. Algo como o que Jesus fez a adúltera levada a Jesus. Aquela que Jesus, interrompendo a barbárie que iria se instaurar, salvou do apedrejamento, da morte cruel. Esta sabia o que estava acontecendo. De certo modo, poderia ter previsto que iria cair naquela situação. O cão não. Ele conta com os humanos, e não imagina, não consegue imaginar que um humano, para o qual ele tende inexoravelmente, o colocará em desamparo. Ele fez uma acusação forte para só fortes ouvirem: “quem não tem faltas-pecados que atire a primeira pedra”. Trouxe todos à condição que se espera do homem civilizado, que ele possa ter uma avaliação de si.

    Eduardo dos santos rocha

    13 Feb 17 at 1:14 am

  40. Leandro Karnal? Filósofo? Apenas mais uma modinha veiculada pela TV. Merece ser ignorado!

    Carmen Ligia Penna

    26 Feb 17 at 6:39 pm

  41. Insuportável é a crueldade. A falta de respeito. Falta de amor. Não ter direito a nada. Insuportável é a luta desleal que os animais travam todos os dias. É não ter voz. E ter sentimentos, ter medo e não terem compaixão. Penso que esse senhor tinha que ter mais respeito com um segmento que só quer proteção e dignidade aos animais. Insuportável é o senhor que não respeita as diferenças!

    Monica guimaraes

    26 Feb 17 at 6:58 pm

  42. É pena… Leandro Karnal desceu alguns furos na minha consideração. Ou deveria chamar Carnal? 😞

    Alda Amado

    26 Feb 17 at 7:52 pm

  43. Parabéns pelo texto inteligente e ético!!! Obrigada por explicar tão bem e de forma tão embasada a falta de ética e argumentos de uma pessoa que se diz defensor da ética.

    Nathalia Marques Ciari

    27 Feb 17 at 2:51 am

  44. Muito obrigado, Nathalia! 🙂

    David Arioch

    27 Feb 17 at 3:27 am

Leave a Reply

%d bloggers like this: