David Arioch – Jornalismo Cultural

Jornalismo Cultural

Por que as pessoas suplementam vitamina B12?

without comments

Antigamente, o ser humano não precisava suplementar vitamina B12 porque a terra não era comprometida, havia grande disponibilidade de bactérias fornecedoras de B12

b12bacteria

Deficiência de B12 é uma consequência dos maus hábitos contemporâneos, das chamadas novas técnicas de produção (Foto: Reprodução)

Antigamente, o ser humano não precisava suplementar vitamina B12 porque a terra não era comprometida, havia grande disponibilidade de bactérias fornecedoras de B12. Ademais, os alimentos eram muito mais ricos em nutrientes do que hoje. O que hipoteticamente pode explicar porque escritores do passado, que entraram para a história do vegetarianismo e do veganismo, não procuravam por suplementos de vitamina B12, e talvez não sofressem de carência vitamínica.

Essa deficiência é uma consequência dos maus hábitos contemporâneos, das chamadas novas técnicas de produção, muito mais motivadas pela ganância do que pela demanda. Sem dúvida, um sistema que todo mundo sabe que visa quantidade, não qualidade. A necessidade de suplementar B12 está associada principalmente ao fato dos alimentos não serem produzidos de forma natural.

A B12 que os seres humanos consomem hoje em dia, por meio de proteína animal, também pode não ser natural. Até porque os animais também estão sujeitos a sofrer com a parca produção de bactérias no intestino grosso, já que isso depende da qualidade do solo e de boa matéria disponível como alimento. Um exemplo comum a se considerar é a deficiência de cobalto, que reduz os níveis séricos de vitamina B12 dos animais. Por isso, a B12 que muitas pessoas alegam consumir através da proteína animal, pode não ter sido produzida naturalmente.

Por outro lado, veganos que conseguem se alimentar somente de alimentos orgânicos, por exemplo, nem sempre precisam suplementar. Pioneiro nesse tipo de pesquisa, o médico James A. Halsted, da Universidade Harvard, se surpreendeu quando conheceu nos anos 1980 o estilo de vida dos veganos iranianos. Halsted descobriu que eles não sofriam de deficiência de vitamina B12, mesmo sem suplementar.

O médico então produziu uma pesquisa sobre a relação entre a alimentação orgânica e a B12. Considerado revolucionário na época, o trabalho foi publicado em 1988 no American Journal of Clinical Nutrition. Em síntese, se suplementamos B12 é porque os gananciosos contribuíram para que nos afastássemos de nossa vocação natural.

Importante

É essencial a realização de exames para checar os níveis de vitamina B12, independente de ser vegetariano ou vegano. Embora haja variáveis, a análise ao soro sanguíneo é a mais comum para verificar os valores totais de vitamina B12 no sangue. Também são indicados os exames de holotranscobalamina, homocisteína e urinálise. Realizando esses quatro exames, é possível obter melhores resultados. E, se necessário, iniciar a suplementação sob supervisão médica.

Saiba Mais

De acordo com a rede Dr. Schweikart GmbH, a vitamina B12 é imprescindível no equilíbrio da saúde. Sendo assim, a deficiência dessa vitamina pode acarretar sérias consequências, como depressão ou até mesmo psicose se ela afetar os neurotransmissores. Se mantida em níveis baixos por longo período, há o risco de surgimento de doenças como esclerose múltipla, demência e Mal de Parkinson. Tais agravantes surgem quando as membranas celulares são enfraquecidas e as células não são corretamente redistribuídas.

Referências

Halsted, A. James. American Journal of Clinical Nutrition. Páginas 852-858. Volume 48 (1988).

Wolfe, David. The Sunfood Diet Success System. Página 301 (1988).

Contribuição

Este é um blog independente, caso queira contribuir com o meu trabalho, você pode fazer uma doação clicando no botão doar:





Leave a Reply

%d bloggers like this: