David Arioch – Jornalismo Cultural

Jornalismo Cultural

Gaudí, um dos maiores arquitetos do século 20, era vegetariano

without comments

mte1oda0otcxmzy0njgxmji5

Gaudí: “Infelizmente é a própria natureza que me impede de comê-los, Dona Catalina” (Foto: Reprodução)

“Desde o primeiro dia que cheguei a Maiorca [nas Ilhas Baleares – ao leste da Espanha], estou sendo tratado tão bem que chega a ser difícil declinar qualquer oferta de Dona Catalina. Uma vez me ofereceu uma grande variedade de embutidos escolhidos a dedo. Ela me disse: ‘Você pode comer, Don Antoni. Eu juro que foram preparados em casa.’ Agradeci e repliquei: ‘Infelizmente é a própria natureza que me impede de comê-los, Dona Catalina.’

Uma mesa pequena e simples, com verduras cruas, talvez endívia, que ele mesmo picou com o cabo de uma faca longa. Depois de tudo pronto, parecia gaspacho sem caldo. Então protegeu o peito com o guardanapo e depois de se alimentar dos vegetais, se serviu com uma maçã assada e metade de uma tangerina. Ele mesmo se servia, sem qualquer empregado. Esse foi o combustível do grande arquiteto naquele domingo de dezembro.”

Importante nome do modernismo catalão, Antoni Gaudí, que era vegetariano, é considerado um dos maiores arquitetos do século 20. Excerto da página 123 do livro “Gaudí”, de Gijs van Hensbergen, publicado em 2001; e excerto da página 108 do livro “Gaudí, Su Vida, Su Teoria, Su Obra”, de autoria de Cèsar Martinell i Brunet, publicado em 1967. Gaudí nasceu em Reus, na Catalunha, em 25 de junho de 1852 e faleceu em Barcelona em 10 de junho de 1926.

Contribuição

Este é um blog independente, caso queira contribuir com o meu trabalho, você pode fazer uma doação clicando no botão doar:





Written by David Arioch

December 28th, 2016 at 11:55 am

Leave a Reply

%d bloggers like this: