David Arioch – Jornalismo Cultural

Jornalismo Cultural

Joe Duplantier: “Nós podemos ser saudáveis e felizes sem explorar os animais”

without comments

1c0eaae1-6830-47de-803c-ddfb43b3d628

Duplantier: “O melhor conselho que posso dar para quem quer ajudar o meio ambiente é abandonar a carne e os laticínios”

O guitarrista e vocalista Joe Duplantier e seu irmão, o baterista Mario Duplantier, fundadores da banda de metal francês Gojira, cresceram na pequena cidade de Ondres, no sudoeste francês, um lugar de belas paisagens naturais, com um privilegiado panorama do oceano. Essa relação com a natureza, cultivada desde cedo, fez com que Joe começasse a se preocupar com o meio ambiente.

No entanto, foi só mais tarde que ele percebeu que a melhor forma de contribuir seria começando a mudar os próprios hábitos alimentares. “O melhor conselho que posso dar para quem quer ajudar o meio ambiente é abandonar a carne e os laticínios. Não quero falar muito sobre isso porque as pessoas ficam irritadas, mas ao mesmo tempo eu sei que quero falar sobre isso. Então o primeiro passo é se manter informado”, disse Joe Duplantier em entrevista concedida ao Culture Creature Podcast em 14 de julho de 2016 no Saint Vitus Bar, pouco antes do show do Gojira no mesmo local, no Brooklyn, em Nova York.

Ele recomenda que as pessoas realizem pesquisas na internet, leiam livros, assistam documentários e vejam o que realmente acontece. “De acordo com muitas pessoas, uma alimentação baseada em carne é a causa número um da destruição do meio ambiente”, declarou. Apreensivo em relação ao futuro, Duplantier já escreveu muitas músicas que falam sobre a importância do meio ambiente e a tendência humana de destruir o que deve ser preservado. Um grande exemplo é o álbum “From Mars to Sirius”, lançado em 2005. No geral, alguns composições facilmente lembradas são “Vacuity”, “Flying Whales”, “Global Warming”, “World to Come”, “A Sight to Behold”, “Embrace the World”, “Ocean Planet” e “Toxic Garbage Island”.

Em entrevista ao Metalist Magazine, de Israel, em 5 de julho de 2013, Duplantier declarou que amava carne, mas que o melhor e mais justo caminho era seguir em direção oposta. Parece um pouco louco quando penso que estamos comendo animais quando poderíamos simplesmente consumir plantas, sementes e feijões, sabe? Podemos ser mais saudáveis e felizes sem explorar os animais. O tratamento que damos a eles é completamente insano”, lamentou.

Para se ter uma ideia do engajamento do Gojira em questões envolvendo o meio ambiente, a banda é parceira da Sea Shepherd Conservation Society, organização sem fins lucrativos que trabalha em prol da preservação da vida marinha, principalmente baleias, golfinhos e tubarões. Em países onde a Sea Sheperd é atuante, os shows do Gojira contam com um estande da organização que distribui material para os fãs da banda.

Saiba Mais

Fundada em 1996, e considerada hoje a maior banda de metal da França, Gojira, que sempre fez questão fugir de uma proposta musical mais ortodoxa, surpreende pela criatividade e versatilidade ao enveredar por vários subgêneros do heavy metal, como technical death metal, progressive metal, thrash metal e posthrash metal. Entre as temáticas da banda, outra constante é a espiritualidade.

Contribuição

Este é um blog independente, caso queira contribuir com o meu trabalho, você pode fazer uma doação clicando no botão doar:





Leave a Reply

%d bloggers like this: