David Arioch – Jornalismo Cultural

Jornalismo Cultural

Mastite e exploração animal

without comments

milk-435295_640

Mastite está associada ao ritmo intenso de produção de leite (Foto: Reprodução)

Você percebe como estamos imersos em uma cultura especista, que encara os animais como nada mais do que produtos, quando cientistas ligados à saúde animal apontam como principal prejuízo da mastite, uma grave inflamação das glândulas mamárias, a queda na produção de leite da vaca. Será que a saúde da vaca deveria ficar em segundo plano? Não em uma perspectiva mais justa. Li um artigo chamado “Milk Production and somatic cell counts: A cow-level analysis”, de J.K. Hand, A. Godkin e D.F. Kelton, publicado no Journal of Dairy Science.
 
Nesse trabalho, citam como piores consequências da mastite a baixa na produção, o que consequentemente leva ao “descarte” (esta foi a palavra usada) das vacas. Sim, as vacas que não atingem sua meta na produção de leite são mortas. Também são citados os “grandes” e indesejados gastos com tratamento de infecções severas. Curiosamente, todas essas infecções só existem porque as vacas são submetidas a um ritmo intenso de produção leiteira. Ou seja, o ser humano gera o problema e ainda age como se o prejuízo fosse provocado pela vaca.
 
https://davidarioch.com/2017/01/13/mastite-e-exploracao-animal/

 

Contribuição

Este é um blog independente, caso queira contribuir com o meu trabalho, você pode fazer uma doação clicando no botão doar:





Written by David Arioch

January 13th, 2017 at 6:53 pm

Leave a Reply

%d bloggers like this: