David Arioch – Jornalismo Cultural

Jornalismo Cultural

Como nos relacionamos de forma equivocada com os animais

without comments

vacas_007

Não se pode se limitar a usar referências de conduta, emoções e intenções humanas para avaliar o comportamento animal (Foto: Reprodução)

Muitas vezes o ser humano se relaciona de forma equivocada com os animais por causa da sua incapacidade em reconhecer que os animais não humanos não são iguais a nós em importantes aspectos.

Não se pode se limitar a usar referências de conduta, emoções e intenções humanas para avaliar o comportamento animal. Não se diz como um animal não humano deve se portar como se ele fosse uma pessoa. Eles têm suas próprias particularidades, e ainda pouco compreendidas.

Por nos julgarmos erroneamente como melhores que eles, nos colocamos em condição de puni-los quando eles agem distante daquilo que consideramos o comportamento adequado ou ideal. E esse comportamento ideal nada mais é do que a tentativa de humanização da condição animal.

Pune-se os animais com violência quando eles não fazem o que queremos, ou seja, quando eles não agem como se fossem humanos obedientes. Precisamos evitar cobrar dos animais uma consciência humana, porque isso me parece que tem sido um dos males que envolve a violência contra seres não humanos.

Aplaude-se o animal que parece “mais humano” e despreza-se o animal que tem comportamento avesso ao nosso. Quando penso sobre isso, vejo que ainda estamos distantes de aceitar que os animais não são nós, mas exigimos deles algo parecido com o que desejamos nas pessoas.

Para citar um exemplo, um homem espancou um animal por não obedecê-lo. E qual a referência que esse homem tem de obediência quando violenta o animal? A mesma que ele tem em relação a seres humanos, talvez um filho, quem sabe. E essa conduta cesarista diz muito sobre quem somos, e mais sobre aquilo que não sabemos do que aquilo que sabemos.

 
Contribuição

Este é um blog independente, caso queira contribuir com o meu trabalho, você pode fazer uma doação clicando no botão doar:





Written by David Arioch

January 16th, 2017 at 2:47 pm

Leave a Reply

%d bloggers like this: