David Arioch – Jornalismo Cultural

Jornalismo Cultural

Considerações sobre o meu trabalho envolvendo vegetarianismo e veganismo

without comments

16143356_1310319122392813_9023224974150305663_n

Pintura “Cemetery”, da artista russa Anastasia 

Algumas pessoas têm me acusado de promover um desserviço ao escrever e pesquisar sobre pessoas que não eram ou não são exatamente vegetarianas ou veganas. Bom, em primeiro lugar, não assumi nenhum compromisso de escrever somente sobre pessoas que provam que são vegetarianas ou veganas.

O meu trabalho é a conscientização, e pra mim é mais importante conscientizar quem não é vegetariano ou vegano do que quem já é. Em vários dos meus textos, dependendo da abordagem, nem cito que o personagem era vegetariano ou vegano. Então pode acreditar que meu trabalho não se restringe a escrever sobre aqueles que são comprovadamente vegetarianos ou veganos.

Meu artigo sobre o Augusto dos Anjos, por exemplo, não afirma que ele era vegetariano, até porque não há provas disso, mas aborda a questão animalista e a consciência vegetariana em suas obras, o que na minha opinião abre um espaço muito interessante para discutir o tratamento que damos aos animais.

Recentemente, escrevi sobre o cantor e compositor britânico Paul McCartney. Ele diz que é vegetariano, mas há quem contrarie isso, tudo bem. Porém, não decidi escrever sobre ele porque ele é mais ou menos vegetariano, mas sim porque ele é muito influente e é uma pessoa que ajuda a divulgar o vegetarianismo de forma positiva.

Claro que pessoas podem concordar ou discordar disso, mas como sou o autor, esse é o caminho que considero mais produtivo e que acredito que tem mais chances de atrair atenção de não vegetarianos e não veganos. Há pessoas que gostam de ir por outra via. Podem preferir produzir textos que provam que uma pessoa não era tão vegetariana.

Tudo bem, mas por enquanto esse não é o meu objetivo. Não estou aqui para julgar ninguém, até porque vegetarianos e veganos já são minoria. Sendo assim, prefiro não ir por esse caminho. Meus textos não são sobre quem era o mais vegetariano ou o mais vegano em tal época. Se uma pessoa contribuiu para que as pessoas repensassem a forma como se relacionam com os animais, ou contribuiu para que outros se tornassem vegetarianas ou veganas, isso é algo que já atrai minha atenção.

Contribuição

Este é um blog independente, caso queira contribuir com o meu trabalho, você pode fazer uma doação clicando no botão doar:





Written by David Arioch

January 25th, 2017 at 11:54 pm

Leave a Reply

%d bloggers like this: