David Arioch – Jornalismo Cultural

Jornalismo Cultural

Tom Warrior: “Amo os animais e me tornei incapaz de justificar qualquer consumo de carne”

with 2 comments

“A minha vida toda tenho tentado salvar animais em condições terríveis”

fischersolomexico2

Tom Warrior, fundador das lendárias bandas Hellhammer e Celtic Frost (Foto: Divulgação)

O músico suíço Thomas Gabriel Fischer, mais conhecido como Tom Warrior, fundador de duas das mais lendárias bandas de metal extremo da história – Celtic Frost e Hellhammer, concedeu uma entrevista ao portal alemão Voices From the Dark Side em setembro de 2012. Na ocasião, ele falou sobre vegetarianismo e direitos animais.

“É da minha opinião que enquanto os seres humanos existirem neste planeta, haverá violência, crueldade, injustiça e ganância. Embora eu deseje o oposto, é claro. Mas a verdade é que temos agido como insaciáveis, parasitas egoísticos, desde que deixamos as cavernas”, lamentou.

Apesar disso, Tom Warrior disse que com o passar dos anos as pessoas estão se tornando mais conscientes sobre o estilo de vida saudável, e estão aderindo ao vegetarianismo por considerá-lo mais respeitoso em relação aos animais. “É mais fácil obter informações importantes do que antes. E também é um sinal positivo vermos tantas pessoas públicas engajadas, como músicos, seguindo esse estilo de vida [vegetarianismo]. No entanto, ainda há uma enorme montanha a superar”, afirmou em entrevista ao portal dinamarquês.

Com um estilo de vida simples, qualificado como espartano, Warrior, que está envolvido no cenário do heavy metal desde 1982, explicou que nunca sente necessidade de comprar alimentos caros. O que ele mais gosta de comer pode ser encontrado em muitos lugares. Sua única preferência é por mercados que comercializam comida saudável.

“Não é realmente um problema ser vegetariano hoje em dia, mesmo em turnê. Há tantos vegetarianos em tantas bandas. A maioria dos festivais bem organizados, oferecem pratos vegetarianos mesmo que as bandas não peçam. Dito isso, há sempre uma estranha e ignorante exceção. Porém, é algo que reflete mais sobre eles do que sobre nós”, declarou.

c2eddc7f-381e-4a6b-b880-d8b95557eaaa

“Se alguém decide ir por esse caminho [veganismo], eu apoio sua decisão” (Foto: Divulgação)

Se alguma pessoa conversa com o músico suíço e faz questão de falar que não aprova seu estilo de vida, ele simplesmente a ignora e segue sua vida, sem perder tempo com conflitos desnecessários. “Tornar-se vegano é uma decisão individual e privada de cada indivíduo. Se alguém decide ir por esse caminho, eu apoio sua decisão”, acrescentou.

Para Tom Warrior, o veganismo merece apoio porque é uma filosofia de vida que reprova o extermínio de animais. E para além do discurso, o suíço já participou de muitas ações de organizações em defesa dos animais. “Além do meu envolvimento em organizações, a minha vida toda tenho tentado salvar animais em condições terríveis. Os cães que eu tutelo, por exemplo, foram resgatados de situações abusivas”, assinalou em entrevista ao especial vegano “Welcome to Health”, do Voices From the Dark Side.

Tom qualificou tudo isso como natural, levando em conta que foi criado em uma casa cheia de animais, o que permitiu que mais tarde ele entendesse que os seres não humanos também têm direito à vida e devem ser respeitados: “Amo os animais e me tornei incapaz de justificar qualquer consumo de carne, comparando os fatos e a realidade da indústria que massacra os animais. Detesto o egoísmo e a ilimitada cobiça que os seres humanos ostentam neste planeta compartilhado por todos”

Embora viva como um straight edge, Tom Warrior nunca deu a si mesmo tal título. Simplesmente tenta levar uma vida que ele considera a mais justa possível para si mesmo. “Não bebo, não fumo, não uso drogas, não sou tatuado e nunca tive um carro; são decisões pessoais. O único remédio que tomo é para ajudar a regular os efeitos da minha diabetes”, frisou.

tom_g_warrior-triptykon

“Não bebo, não fumo, não uso drogas, não sou tatuado e nunca tive um carro” (Foto: Divulgação)

O músico suíço acha ridículo quando fãs ou músicos de heavy metal associam o uso de couro com a virilidade. “Nunca senti o couro aumentando minha masculinidade. Estou tão feliz com roupas feitas de outros materiais”, ponderou. Muito influente no cenário do metal extremo, Tom Warrior é apontado como um dos pioneiros do vocal gutural. Em 2008, ele fundou a banda Triptykon, com quem lançou os álbuns “Eparistera Daimones” e “Melana Chasmata” em 2010 e 2014, além do EP “Shatter”, de 2010; e do single “Breathing”, de 2014.

No entanto, o que lhe proporcionou reconhecimento no cenário mundial do heavy metal foi o EP “Apocalyptic Raids”, lançado em 1984 com a banda Hellhammer, considerado um dos melhores registros da história do metal extremo. Mais tarde, o seu prestígio aumentou ainda mais quando ele lançou os álbuns “Morbid Tales”, de 1984; “To Mega Therion”, de 1985; e “Into the Pandemonium”, de 1987, com a sua banda Celtic Frost, também lendária.

“Milhões de animais estão sendo mortos todos os dias para satisfazer as necessidades daqueles que comem carne. Estamos nos chamando de ‘civilizados’ e, no entanto, ser civilizado implica humildade, modéstia, compreensão do contexto ambiental global e respeito pelas necessidades e direitos dos outros habitantes deste planeta, que estão aqui há mais tempo do que nós”, criticou.

Referência

http://www.voicesfromthedarkside.de/Specials/WELCOME-TO-HEALTH-A-VEGETARIAN-VEGAN-SPECIAL–7789.html

http://www.metal-archives.com/artists/Tom_G._Warrior/6497

Contribuição

Este é um blog independente, caso queira contribuir com o meu trabalho, você pode fazer uma doação clicando no botão doar:





2 Responses to 'Tom Warrior: “Amo os animais e me tornei incapaz de justificar qualquer consumo de carne”'

Subscribe to comments with RSS or TrackBack to 'Tom Warrior: “Amo os animais e me tornei incapaz de justificar qualquer consumo de carne”'.

  1. Demais! Compartilhado!

    Erika Villani

    3 Mar 17 at 11:12 am

  2. Muito obrigado, Erika!

    David Arioch

    10 Mar 17 at 12:10 am

Leave a Reply

%d bloggers like this: