David Arioch – Jornalismo Cultural

Jornalismo Cultural

Archive for the ‘RZA’ tag

Anúncio pró-veganismo vai ser veiculado nos cinemas dos EUA antes da exibição de “Han Solo – Uma História Star Wars”

without comments

” Nos sentimos separados do resto, mas nenhum de nós merece ser tratado com menos respeito”

RZA: “Nossa tarefa deve ser libertar-se do preconceito e nos vermos em todos os outros” (Foto: Reprodução)

Na segunda-feira, 28, “Han Solo – Uma História Star Wars”, estreia nos cinemas dos Estados Unidos. Uma das novidades da vez é que antes da exibição do filme os espectadores vão assistir um anúncio pró-veganismo estrelado pelo líder do grupo Wu-Tang Clan, Robert Fitzgerald Diggs, mais conhecido como RZA. A campanha idealizada pela Peta mostra o músico, produtor e ator vegano se transformando em diferentes homens, mulheres e animais enquanto fala que todos somos o mesmo.

No vídeo, RZA diz que somos todos iguais em todas as formas que importam, não importando como parecemos, quantos anos temos, que língua falamos ou quem amamos. Não importa se temos pelos, penas ou barbatanas; nem mesmo o comprimento do nariz ou o número de pernas.

Ele afirma que não somos diferentes em nenhum aspecto realmente importante: “Todos nós temos pensamentos e sentimentos. Todos nós sentimos amor, dor, solidão e alegria. Todos nós temos a capacidade de entender, mas nem sempre entendemos. Nos sentimos separados do resto, mas nenhum de nós merece ser tratado com menos respeito. Nossa tarefa deve ser libertar-se do preconceito e nos vermos em todos os outros.”

Sobre a criação do anúncio, a Peta justificou que outros animais sentem dor e alegria e têm uma sensação de autopreservação, assim como os humanos. “Todos podem ajudar a mantê-los seguros escolhendo refeições veganas, comprando roupas e produtos de cuidados pessoais livres da crueldade contra os animais, e ficando longe de circos e parque temáticos que os forçam a se apresentar.”





RZA: “Estou vivo, minha carne está viva. Por que então dedico minha vida a comer algo que está morto?”

without comments

21rza1_span-superjumbo

“A partir daquele dia, comecei a comer para viver, não para morrer” (Foto: Reprodução)

Parei de consumir carne vermelha em 1995. Depois, bani peixe e frango do meu prato. Me senti como um idiota. Eu seria capaz de ter ideias de como substituir a carne morta?

Então pensei comigo mesmo: ‘Estou vivo, minha carne está viva. Por que então dedico minha vida a comer algo que está morto? A partir daquele dia, comecei a comer para viver, não para morrer.”

Excerto do livro “The Tao of Wu”, de autoria de RZA, fundador do Wu Tang Clan, um dos maiores grupos de hip-hop dos Estados Unidos. RZA é vegano e atua em defesa dos direitos animais.

Contribuição

Este é um blog independente, caso queira contribuir com o meu trabalho, você pode fazer uma doação clicando no botão doar:





Written by David Arioch

December 27th, 2016 at 4:27 pm