David Arioch – Jornalismo Cultural

Jornalismo Cultural

Hemingway, entre o céu e o inferno

without comments

Hemingway sorrindo ao final de uma de suas caçadas (Foto: Reprodução)

A literatura de Hemingway fez parte da minha vida. Por ora, me recordo principalmente de suas descrições em que revelava entusiasmo e surpresa com a crueldade humana no tratamento dispensado a seres não humanos.

Exemplo são suas narrativas das touradas – entre o céu e o inferno; de quando os gregos quebraram as pernas de seus burros e os empurraram ao mar para morrerem afogados durante a evacuação de Smyrna em 1922. Ademais, esse mesmo homem em conflito incessante, que amargaria depressão, paranoia e se suicidaria, foi um caçador e matou dezenas de animais.

Talvez haja até mesmo uma triste e trágica correlação nisso tudo. É possível que seus hábitos tenham destruído tanto os outros quanto ele mesmo, que falecia antes mesmo de se dar conta.

Contribuição

Este é um blog independente, caso queira contribuir com o meu trabalho, você pode fazer uma doação clicando no botão doar:





Written by David Arioch

March 28th, 2017 at 7:37 pm

Leave a Reply

%d bloggers like this: