David Arioch – Jornalismo Cultural

Jornalismo Cultural

O ódio constante…

without comments

O ódio frequente é a reafirmação das nossas fragilidades

O ódio constante é a exteriorização das nossas feridas, nossas vulnerabilidades; um prurido consubstanciado. O ódio frequente é a reafirmação das nossas fragilidades, da rejeição daquilo que desprezamos porque estamos ocupados demais para entender quem somos, o que sentimos e o que fazemos.

 

 





Written by David Arioch

June 28th, 2017 at 9:08 pm

Posted in Reflexões

Tagged with ,

Leave a Reply

%d bloggers like this: