David Arioch – Jornalismo Cultural

Jornalismo Cultural

“Sinto muito, mas não como cadáveres”

without comments

Foto: Jo-Anne McArthur

Ontem, participando de uma reunião como conselheiro da área de audiovisual e artes visuais, testemunhei uma bela cena. Sugeriram João Henrique de Andrade, presidente do Conselho Municipal de Cultura, que ele realizasse um churrasco em comemoração por ter sido eleito o representante da macrorregião Noroeste do Paraná no Conselho Estadual de Cultura. Então ele comentou:

— Sinto muito, mas não como cadáveres.

Admito que gostei da reação.

Written by David Arioch

September 1st, 2017 at 11:26 am

Leave a Reply

%d bloggers like this: