David Arioch – Jornalismo Cultural

Jornalismo Cultural

James Joyce e os direitos animais em “Retrato do Artista Quando Jovem”

without comments

james-joyce-book-of-the-w-007

Na obra, Joyce revela sua simpatia pelos animais (Foto: Reprodução)

No romance Retrato do Artista Quando Jovem (A Portrait of the Artist as a Young Man), o personagem Stephen Dedalus, alter ego do escritor irlandês James Joyce, revela a sua simpatia pelos animais quando reconhece similaridades entre o homem, os caninos e os bovinos.

Mais tarde, o jovem anti-herói em processo de amadurecimento desafia perspectivas metafísicas que envolvem a divisão de seres humanos e animais. O confinamento e o abuso dos bichos o incomodam porque o rapaz se vê em situação análoga.

E, curiosamente, a partir do momento em que ignora os limites estabelecidos entre homens e animais, ele começa a ver porcos, bois, vacas, pássaros e morcegos como seus parentes.

Sobre A Portrait of the Artist as a Young Man (Retrato do Artista Quando Jovem), de James Joyce, publicado em 1916.

Leave a Reply

%d bloggers like this: