David Arioch – Jornalismo Cultural

Jornalismo Cultural

Tim McIlrath: “Foi como se eu não tivesse mais estômago para isso [comer carne]”

without comments

“Eu era um cara do tipo: ‘Foda-se isso. Nunca vou parar de comer carne.”

image_400x400

McIlrath teve um choque de realidade ao receber informações sobre a exploração de animais (Foto: Reprodução)

O vocalista e guitarrista da banda estadunidense de hardcore melódico Rise Against, Tim McIlrath, contrariando todas as possibilidades, já que ele se via como alguém que jamais abandonaria o consumo de carne, tornou-se vegetariano. Isto porque acidentalmente McIlrath teve um choque de realidade ao receber informações sobre a exploração de animais na indústria alimentícia.

Em entrevista a Big D, do zine The Black & Blue Press, ele contou que aos 17 anos saiu para comprar um CD e uma camiseta quando alguém colocou um panfleto sobre a exploração de animais em seu bolso. À época, ele não via o vegetarianismo com bons olhos, mas ainda assim teve uma reação inesperada.

”Eu era um cara do tipo: ‘Foda-se isso. Nunca vou parar de comer carne.’ Esse panfleto ficou no meu bolso por dias. Até que um dia, enquanto eu esperava o ônibus, senti algo no bolso e pensei: ‘O que é essa porcaria?’ Então comecei a ler e de repente: ‘Puta merda!’ […] Foi como se eu não tivesse mais estômago para isso. Era como colocar um garfo na minha boca e eu ficar: “Aaaaah, não posso comer isso mais’ Então me tornei vegetariano e nunca mais olhei para trás”, relatou em entrevista a Big D em outubro de 2006.

O panfleto que fez McIlrath abandonar o consumo de carne foi criado pela organização Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais (Peta). Segundo o músico, clipes como “Meat is Murder”, do The Smiths, e bandas como Earth Crisis e Snapcase fortaleceram ainda mais a sua decisão, assim como vídeos da realidade dos matadouros e livros sobre como os animais não humanos são tratados pela indústria alimentícia.

Em entrevista ao expert em punk rock Ryan Cooper, do portal About.com, o vocalista da banda Rise Against citou a baixa qualidade dos produtos de origem animal e qualificou como nojento o sistema de produção de carnes e laticínios. “Não tive mais estômago e condição física para seguir adiante. […] Agora me sinto responsável em passar isso para as próximas gerações, assim como outras bandas fizeram antes”, disse a Cooper. Tim McIlrath realiza campanhas voluntárias para a Peta, visando incentivar principalmente os jovens a aderirem ao vegetarianismo ou ao veganismo.

Referências

http://punkmusic.about.com/od/interviews/a/McIlrath.htm

http://theblackandbluepress.blogspot.com.br/2006/10/interview-rise-against-tim-mcilrath-joe.html

Contribuição

Este é um blog independente, caso queira contribuir com o meu trabalho, você pode fazer uma doação clicando no botão doar:





Leave a Reply

%d bloggers like this: