David Arioch – Jornalismo Cultural

Jornalismo Cultural

Archive for the ‘Guerra nas Estrelas’ tag

Po-Zu lança tênis vegano inspirado em Kylo Ren do universo Star Wars

without comments

Em agosto, a empresa de design ético Po-Zu vai começar a enviar para o mundo todo o tênis vegano Kylo Ren (Ben Solo), inspirado no personagem homônimo do filme Star Wars. Unissex, o calçado fabricado no Sri Lanka traz uma ilustração do capacete de Ren.

Segundo a Po-Zu, sediada em Londres, o tênis conta com algodão orgânico fabricado por pequenos produtores, assim como a sola e a biqueira de borracha – que tem certificado da Fair Rubber Association, concedido apenas a empresas que atuam eticamente nas relações de produção. A parte interna é almofadada com espuma viscoelástica em látex e casca de coco, permitindo a instalação de órteses. O tênis está em pré-venda no site da Po-Zu.

Em 2012, o CEO Sven Segal recebeu o prêmio de Empresário do Ano, concedido pela People and Environment Achievements Awards (PEA), considerado o maior prêmio verde do Reino Unido.





 

Written by David Arioch

June 11th, 2018 at 6:55 pm

Anúncio pró-veganismo vai ser veiculado nos cinemas dos EUA antes da exibição de “Han Solo – Uma História Star Wars”

without comments

” Nos sentimos separados do resto, mas nenhum de nós merece ser tratado com menos respeito”

RZA: “Nossa tarefa deve ser libertar-se do preconceito e nos vermos em todos os outros” (Foto: Reprodução)

Na segunda-feira, 28, “Han Solo – Uma História Star Wars”, estreia nos cinemas dos Estados Unidos. Uma das novidades da vez é que antes da exibição do filme os espectadores vão assistir um anúncio pró-veganismo estrelado pelo líder do grupo Wu-Tang Clan, Robert Fitzgerald Diggs, mais conhecido como RZA. A campanha idealizada pela Peta mostra o músico, produtor e ator vegano se transformando em diferentes homens, mulheres e animais enquanto fala que todos somos o mesmo.

No vídeo, RZA diz que somos todos iguais em todas as formas que importam, não importando como parecemos, quantos anos temos, que língua falamos ou quem amamos. Não importa se temos pelos, penas ou barbatanas; nem mesmo o comprimento do nariz ou o número de pernas.

Ele afirma que não somos diferentes em nenhum aspecto realmente importante: “Todos nós temos pensamentos e sentimentos. Todos nós sentimos amor, dor, solidão e alegria. Todos nós temos a capacidade de entender, mas nem sempre entendemos. Nos sentimos separados do resto, mas nenhum de nós merece ser tratado com menos respeito. Nossa tarefa deve ser libertar-se do preconceito e nos vermos em todos os outros.”

Sobre a criação do anúncio, a Peta justificou que outros animais sentem dor e alegria e têm uma sensação de autopreservação, assim como os humanos. “Todos podem ajudar a mantê-los seguros escolhendo refeições veganas, comprando roupas e produtos de cuidados pessoais livres da crueldade contra os animais, e ficando longe de circos e parque temáticos que os forçam a se apresentar.”